Um internauta de Curitiba, que afirmava ter  “confirmação de fonte segura”, divulgou em seu perfil do Facebook, que a rede catarinense Havan, seria de propriedade de um filho do Lula, disse ainda que a mesma fora comprada com “recursos do BNDES” e que atualmente serviria apenas como uma “empresa de fachada”.

O post foi o seguinte:

havan

 

De imediato, a Havan declarou que trata-se de uma empresa familiar, de um único dono, e afirmou a não possui nenhum empréstimo junto ao BNDES. O responsável pela postagem ainda foi desafiado a provar sua afirmação, e caso não conseguisse estaria sujeito a respoder judicialmente por calúnia e danos morais.

Após isso, o Sr. Zenildo Costa, realizou uma nova postagem:

havan2

A lição que fica após esse episódio é: cheque as fontes! Falsas notícias são espalhadas diariamente no mundo online, e boa parte delas expressam meias verdades ou completas mentiras.

Para saber mais do caso, acesse o perfil da Lojas Havan



  1. Nenhum comentario no momento, Comentar?