Urbs projeta nova tarifa técnica R$ 0,26 mais cara

Depois do reajuste cedido a motoristas e cobradores de ônibus – caso alguém já esteja esquecendo, isso foi resultado daquela greve que acabou com alguns dias dos curitibanos e moradores da região metropolitana – a Urbs alega que a tarifa técnica do transporte integrado de ônibus de Curitiba e região deverá chegar a R$ 3,2019, ou melhor dizendo, R$ 0,26 mais cara. Se mantido a atual tarifa, de R$ 2,70 a empresa que administra o transporte coletivo prevê um déficit de R$ 153 milhões por ano, ou seja, este fato pressiona o governo do estado e a prefeitura de Curitiba a aumentarem seus subsídios para operação do sistema.

Para se calcular a tarifa técnica, é preciso uma conta complexa, mas em resumo trata-se das despesas tidas com funcionários, veículos, despesas administrativas e taxa de rentabilidade repassada às empresas.

Como dito pelo então sr. governador, Beto Richa, não haveria dinheiro suficiente para o subsídio da a integração do transporte entre Curitiba e Região Metropolitana, porém agora, o discurso passou a ser até dezembro deste ano. Mas de acordo com a Comec, a integração está totalmente garantida até o dia 14, trata-se daquelas duas semanas com subsídio renovado que serviriam como um respiro para as negociações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.